13 de mai de 2012

Dia das mães




Flor Mamãe


Andei por todos os jardins
Procurando uma flor pra te oferta
Em lugar algum eu encontrei
A flor... perfeita pra te dar.

Ninguém sabia onde estava
Essa flor mimosa perfeição
Ela se chama flor mamãe
E só nasce no jardim do coração.

Enfeite, nossos sonhos
Perfuma, nossa ilusão
Flor divina, que eu suponho
Faz milagre em oração.

Nesse dia, de carinho
Quero sentir lá no peito
Inebriando minha alma
Flor mamãe, amor perfeito.





Esta música Bia cantou para Iara na escolinha vivinfância, na comemoração do dia das mães. E hoje ela esteve aqui em casa e cantou esta música pra  eu ouvir.
Quando ela começou a cantar, logo começou a surgir na minha memória lembranças da minha infância.
Me sentir tomada por uma emoção tão grande, uma sensação de alegria e agradecimento a esta pessoinha tão amada, por mim trazer lembranças que eu nem sequer lembrava mais.
O dia de hoje, a reunião da família, embora minhas filhas, Beta e Dum estejam em Ssa, mas a presença delas apesar da distância, é real e muito próxima, meu filho, meu irmão, que é um filho também, minha mãe, meu marido, enfim, o dia por se só já traduzia em emoções. Mas a que Bia me proporcionou, foi além do que eu esperava.
Foi muito bom!!!
Obrigado meus filhos por vocês existirem e fazerem a minha vida linda, obrigado mãe pelo seu amor, obrigado meu marido, que sem ele eu não teria tido estes filhos maravilhosos que tenho, obrigado Kinho e Inha por vocês existirem e terem trazido Bibia a este mundo pra nos dar alegrias. Alegria como essa que ela, meio sem intenção, me proporcionou hoje. Pois acredito que nada é por acaso.